Júri

JÚRI OFICIAL

Cezar Bartholomeu – Artista plástico, atua prioritariamente no campo das imagens técnicas. Professor adjunto do curso de História da Arte da Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro, atua na área de estética, teoria da imagem e teoria da arte, em particular as teorias e história da fotografia. É licenciado em Educação Artística (História da Arte) pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1999), mestree doutor em Artes Visuais pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2002 e 2008, respectivamente), com PDEE realizado na Escola de Altos Estudos em Ciências Sociais (EHESS), em Paris, França. Tem experiência na área de artes, com ênfase em artes plásticas, atuando principalmente nos seguintes temas: fotografia, arte contemporânea, arte conceitual, crítica, teoria e história da arte.

Custódio Coimbra – É fotógrafo de imprensa há 35 anos, mas a fotografia o acompanha desde o início dos anos 1970. Nascido no Rio de Janeiro, com 59 anos, passou pelos principais jornais do Rio e, há 23 anos, trabalha no jornal O Globo. Tem fotos publicadas em várias revistas do mundo, por meio das agências internacionais de notícias. Registrou, com sua câmera, o movimento pela anistia, o movimento Diretas Já e as eleições presidenciais. Foi à Copa do Mundo na Itália, em 1990, e hoje participa de projeções e debates em universidades e centros culturais. 

Danielle Martins – Graduou-se em Desenho Industrial e Comunicação Visual pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Atuou na equipe de criação da revista de divulgação científica Ciência Hoje, da SBPC. Depois de temporada no Gabinete de Design Moura-George, em Lisboa, retornou como designer da revista Ciência Hoje das Crianças. Desde 1992, é sócia da Traço Design, que desenvolve projetos gráficos para diversos segmentos. Neste período,foi agraciada com o Prêmio Criatividade Gráfica KSR ­ ArjoWiggins, Prêmio Max Feffer de Design Gráfico e Prêmio Aberj (Associação Brasileira de Comunicação Empresarial) Nacional e Regional, entre outros.

Dante Gastaldoni – Jornalista, cientista social e mestre em Comunicação, atua como professor na UFF (desde 1980) e na UFRJ (desde 1983). Como jornalista, foi repórter, redator e editor do Jornal do Brasil (1974-1983) e editor-chefe da Editora Gama Filho (1984-2011), sendo responsável pela curadoria de inúmeros livros e exposições fotográficas. Em 2006, assumiu a coordenação acadêmica da Escola de Fotógrafos Populares, no Observatório de Favelas, Maré, Rio de Janeiro. Em 2007 fundou, com Evlen Lauer, a produtora Engenho Arte e Cultura.

Fernanda Metello – Arquiteta e artista plástica, tem mestrado em Engenharia de Produção na Coppe e cursou a Escola de Artes Visuais (EAV), do Parque Lage. Trabalha como arquiteta e gerente do Setor de Projetos de Arquitetura da Coppe, desde 1996, e é autora do projeto de arquitetura da Expansão do Centro de Tecnologia (CT2), entre outros. Na área de artes visuais, fez exposição individual na Casa de Cultura Laura Alvim, Espaço Furnas Cultural e Sesc Nova Friburgo, além de participar de exposições coletivas na Casa de Portugal (SP), Shopping Cassino Atlântico, EAV/Parque Lage, entre outras.

Joana Mazza – Coordenadora do Programa Imagens do Povo, sócia da Íris Produção Cultural, professora convidada da Universidade Candido Mendes e do Ateliê da Imagem, no Rio de Janeiro, coordenou as exposições das edições do Encontro Internacional de Fotografia do Rio de Janeiro, o FotoRio, de 2003 a 2009. Foi curadora de mostras Internacionais como Eu me desdobro em muitos: aautorrepresentação na fotografia contemporânea (Centro Cultural Banco do Brasil, 2011) e na coletiva pan-americana Limiares urbanos(Centro Cultural Correios, 2007). Foi editora e pesquisadora de imagens da campanha do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), que terminou por eleger o Rio de Janeiro como a cidade olímpica em 2016. Artista visual, Joana graduou-se em pintura pela Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro (EBA/UFRJ) e tem pós-graduação pela Universidade Candido Mendes. Também percorreu cursos da Escola de Artes Visuais do Parque Lage e do Centro de Preservação da Fotografia da Fundação Nacional de Artes (Funarte). 

Príamo Melo – É professor no Programa de Engenharia Química da Coppe/UFRJ desde 2002. Durante um período de trabalho em Amsterdã, nos Países Baixos, apaixonou-se por fotografia e, em particular, pelo gênero da paisagem. Desde seu retorno ao Brasil, em 2009, tem se dedicado ao registro da paisagem brasileira, tema que o emociona, enfatizando sua beleza e fragilidade. Desde 2010, ministra cursos e oficinas de fotografia de paisagem no Rio de Janeiro.

JÚRI POPULAR

Qualquer pessoa pode participar do júri popular do concurso fotográfico Viva a Ilha do Fundão, por meio de cadastro no site para que possa votar em suas fotos favoritas. No entanto, somente será possível votar uma vez em cada fotografia.